PPCM

Planejamento, Programaçao e Controle de Manutenção

 

 

 

Carga Horária: 3 dias (24 horas)

 

 

 

DESCRIÇÃO:

Os gerentes de manutenção estão recebendo, cada vez mais, maiores responsabilidades e, em muitos casos, com uma estrutura “enxuta”, devido à redução de gastos, na busca à resposta de novas exigências dos consumidores, ou clientes. Assim têm que se aperfeiçoar e buscar aperfeiçoamento de seu pessoal através da maior capacitação e intercâmbio de informações.

 

Confirma-se que a atenção das empresas para a área de manutenção está cada vez mais ativa através dos investimentos em capacitação, implantação de sistemas automatizados, modernização de estrutura, aquisição de novas ferramentas e instrumentos, terceirização e, em alguns casos, aquisição de sensores ou medi- dores para permitir melhorar o desenvolvimento desta atividade.

Os prestadores de serviço buscam além de sua maior capacitação, o aumento de criatividade buscando responder às necessidades de seus clientes, em muitos casos, em processo de definição pela rapidez com que as exigências se apresentam.

 

Este é o momento adequado para grupar e transmitir conhecimento acumulados de processos modernos de planejamento e controle de manutenção, gestão de manutenção através de índices e consultas e terceirização.

 

 

OBJETIVOS:

  • Capacitar, desenvolver e reciclar os participantes nos principais aspectos ligados aos temas indicados, dentro de una sistemática que inclui exposição e exercícios práticos.
  • Metodologia
  • Durante o curso são realizados trabalhos e dinâmicas em grupos com aplicações práticas utilizando técnicas modernas de apresentação na parte teórica e de debates e defesa de soluções na parte prática através de exercícios de dinâmica de grupo na análise de casos reais

 

 

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:


1. Sistema de Informações aplicado à manutenção – onde são apresentados os conceitos de Sistema e Processo e analisadas as fases de desenvolvimento de um Sistema de Gestão de Manutenção. Além disso, neste tópico é detalhada a primeira etapa do estabelecimento de um sistema de gestão – a Análise e Diagnóstico – e as fases de implementação do projeto de um Sistema.


2. Terminologia de manutenção – onde são estabelecidos os conceitos básicos de terminologia e analisadas suas subdivisões de acordo com a ABNT, ONU, ISO, ASME, JIPM etc. Além disso são analisados os conceitos de prioridade e de outras atividades desenvolvidas pela área de manutenção.


3. Codificação – neste tópico são analisados os critérios de formação das tabe- las de padronização para estabelecimento dos códigos utilizados nos sistemas informatizados. Também são abordados os novos métodos e critérios de identificação dos equipamentos para facilitar a geração e recuperação das Ordens de Serviço.


4. Inventário e Cadastro de equipamentos – onde, depois do estabelecimento dos conceitos de inventário e cadastro, é apresentado o desenvolvimento de processos de cadastramento com os modernos métodos adotados. Além disso são discutidos os critérios inter relação com materiais.


5. Programação de Manutenção – Analogamente ao desenvolvimento do tópico de cadastro, depois do estabelecimento dos conceitos de Planejamento e Programação são apresentados diversos utilizados em sistemas modernos, incluindo os arquivos de instruções de manutenção (ou lista de tarefas ou pro- cedimentos de manutenção, recomendações de segurança e recursos humanos e materiais necessários ao desenvolvimento de uma atividade programada).


6. Coleta de Dados de Manutenção – Neste tópico são apresentados os diversos mecanismos de formação do acervo histórico da manutenção, desde os sistemas manuais até os mais modernos utilizando os recursos de seleção e armazenagem de informações que viabiliza a emissão de uma Ordem de Ser- viço de atividades não programadas em 30 segundos. Além disso, são analisados critérios de coleta de dados de material, mão de obra, perda de produção e medições.


7. Índices Classe Mundial – São apresentados e detalhados os seis índices mais conhecidos e utilizados em todo o mundo, segundo a mesma denominação e utilizando as mesmas fórmulas além de estarem presentes em todas as normas de referência do tema.


8. Índices de Gestão de Ativos – São apresentados os índices utilizados para gestão de equipamentos, discutidos seus conceitos e aplicabilidade e apresentadas propostas de composição dos relatórios sob forma de tabelas com os correspondentes gráficos.


9. Análise de histórico (que precede a análise de falhas) – Apresentação dos critérios de filtragem para efetuar a seleção de registros específicos (identificados através da indicação dos índices), ordenamento dos registros (Diagrama de Pareto) e análise de Causas e Efeitos (Diagrama de Ishikawa e Quadro de Decisões).


10. Índices de Gestão Financeira – São apresentados os índices utilizados na gestão de custos de manutenção, discutidos seus conceitos e aplicabilidade e apresentadas propostas de composição dos relatórios sob forma de tabelas com os correspondentes gráficos. Além disso, é analisada a evolução dos índices de custos de acordo com levantamentos feitos no Brasil e exterior.


11. Índices para Gestão de Recursos – São apresentados os índices utilizados na gestão de mão de obra de manutenção, discutidos seus conceitos e aplicabilidade e apresentadas propostas de composição dos relatórios sob forma de tabelas com os correspondentes gráficos. Além disso, são analisados os conceitos e aplicabilidade de backlog, horas de espera e qualidade na manutenção.
 

 

 

PÚBLICO ALVO:

Colaboradores que atuam diretamente no desenvolvimento de produto / processo, gestão de fornecedores, processos de fabricação, gestão da qualidade e atendimento ao cliente que desejam implementar a VDA 6.3 – 3ª Edição Dezembro 2016.

 


Próximas turmas: Consulte-nos


Investimento:
 

R$ 1.000,00 (por participante)


Estão inclusos: Material Didático, Certificado Digital e Coffebreak

(formato In company):  Ligue (11) 2355-2720 ou vendas@leanculture.com.br

 

 

 

INSCREVA-SE OU TIRE SUAS DÚVIDAS

USANDO O FORMULÁRIO ABAIXO: